Alegria e entusiasmo marcam a aula inaugural da FLT


No dia 06 de agosto, a comunidade acadêmica da FLT se reuniu para sua aula inaugural, dando assim, início ao segundo semestre letivo de 2015. A programação iniciou às 7:30 com um momento devocional, para o qual o Prof. Dr. Vitor Hugo Schell trouxe a palavra das Senhas Diárias (Fp 2.8-9), desafiando os participantes a olhar para o exemplo de Jesus Cristo, que foi obediente até a morte de Cruz. Logo após, o diretor executivo da Missão Evangélica União Cristã - MEUC, missionário Carlos A. Kunz saudou a comunidade acadêmica, desejando que todo esforço, tanto do corpo docente, como também do corpo discente da FLT, durante o semestre, seja muito abençoado por Deus. Em seguida, o Prof. Dr. Roger Marcel Wanke fez algumas saudações e repassou informações importantes à comunidade acadêmica. Iniciou saudando a nova diretoria do DAAC – Diretório Acadêmico Arthur Clebsch, dirigido pela estudante Júlia Maira Dolla, ressaltando inclusive, que a atual gestão do DAAC é composta totalmente por mulheres. A seguir, Roger saudou a estudante Bárbara Hardt, que retornou da Inglaterra, após seu intercâmbio de um ano. Também o estudante Jonathan Klebber foi saudado, embora já esteja em estágio curricular e, por isso, não se fez presente na aula inaugural. Jonathan retornou no final de julho de Leipzig, na Alemanha, onde este por um ano em intercâmbio de estudos na Universidade, promovido pela Obra Gustavo Adolfo [Gustav-Adolf Werk]. O estudante Ervin William Dräger também foi saudado. Ervin está indo agora no final do mês de agosto para a cidade de Leipzig, na Alemanha, onde fará o intercâmbio de estudos na universidade, também promovido pela Obra Gustavo Adolfo. Roger também apresentou à comunidade acadêmica o novo Manual de Metodologia da Pesquisa Científica da FLT, organizado pelos docentes Marilze Wischral Rodrigues, Rolf Roberto Krüger e Stélio João Rodrigues. O manual será uma ferramenta importantíssima de trabalho para o desenvolvimento dos projetos de pesquisa acadêmica da FLT, em todos os seus cursos. Roger também informou que vários docentes da FLT estão em formação continuada: O Prof. Dr. Euler Renato Westphal, retornou recentemente da Alemanha, onde esteve para palestras e pesquisas no contexto de seus estudos de pós-doutorado na área da Teologia Pública. O Prof. Dr. Werner Wiese está iniciando neste semestre os seus estudos de pós-doutorado na área do Novo Testamento. O Prof. Me Klaus Andreas Stange e a Profa. Ma. Marilze Wischral Rodrigues reiniciaram neste semestre seus estudos de doutorado. Klaus na área da homilética e Marilze na área da educação. Por fim, Roger destacou, que na próxima terça-feira, dia 11 de agosto, o Prof. Me Rolf Roberto Krüger defenderá em banca sua tese de doutorado na área da diaconia e comunidades terapêuticas.
Com entusiasmo e profundidade, o Prof. Dr. Gerson Joni Fischer, da Faculdade Batista do Paraná, ministrou sua palestra sobre o tema Neurociências e Antropologia Cristã. Gerson, que há mais de 15 anos tem trabalhado o tema, trouxe sua abordagem de forma criativa, estruturando toda a sua palestra a partir dos itens metodológicos de um projeto de pesquisa. Iniciou com algumas considerações introdutórias ao tema e depois foi trabalhando o assunto, explicando o problema que está por detrás das neurociências, os objetivos, bem como abordou as justificativas, pelas quais a teologia deve estar envolvida nessa discussão, assim também as hipóteses. Gerson apresentou as diversas posições, por meio da revisão bibliográfica, tanto de autores que defendem as teses das neurociências, como também autores de diversas áreas do saber, que se colocam criticamente a elas. A maior implicação das neurociências, segundo Gerson, é que a antropologia cristã, que enxerga o ser humano de forma integral, a partir das concepções bíblico-teológicas da tradição judaico-cristã, é totalmente rejeitada pelas neurociências, que atestam ser o cérebro e não o ser da pessoa humana, o que determina tudo no ser humano, seu pensar, seu agir, suas decisões. Por outro lado, Gerson também destaca que as neurociências, sendo um desafio às ciências humanas, principalmente, à teologia, corroboram em muito para que essas revisitem seus conceitos. Se por um lado, é absurdo considerar o ser humano apenas um cérebro, ou seja, uma parte como se fosse o todo, por outro lado, as ciências humanas podem aprender aspectos importantes do cérebro humano para a sua prática profissional. Também a teologia pode aprender. De qualquer forma, o diálogo interdisciplinar foi lançado por Gerson com muita propriedade e entusiasmo. Para Gerson, deveria haver mais teólogos se ocupando com essa temática.
A aula inaugural ainda foi marcada por uma boa rodada de diálogo com o Prof. Gerson a respeito do tema por ele abordado. O evento foi encerrado pelo diretor geral da FLT, Prof. Dr. Claus Schwambach, que desejou ânimo e alegria nos estudos. Dessa forma, também a FLT deseja a todos os estudantes um rico semestre de pesquisa, de descobertas e, acima de tudo, um encontro marcante com Deus e sua Palavra e com os desafios, aos quais Ele nos lança, seja na comunidade, seja na sociedade.

Faculdade Luterana de Teologia - FLT
Rua Wally Malschitzki, 164 - Mato Preto
São Bento do Sul - SC - CEP 89285-295