Memorial dos 500 anos da Reforma

A recordação dos 500 anos da Reforma Luterana teve no dia 8 de novembro de 2017 mais um ponto culminante na FLT, com a realização de cerimônia de plantio de um "Ipê Amarelo" no campus, como parte de um "Memorial dos 500 anos da Reforma".

Por ocasião do Jubileu da Reforma, o comitê organizador do evento em Wittenberg planejou a criação de um "Jardim de Lutero" ("Luthergarten"), na forma da rosa de Lutero, prevendo a plantação de 500 árvores em Wittenberg. Assim, ao longo dos últimos anos, 500 instituições ligadas ao Luteranismo plantaram árvores, tendo recebido do comitê organizador a incumbência de plantarem, por sua vez, em suas sedes ou em algum âmbito de sua atuação, outra árvore, "paralela" à sua no "Luthergarten".

Uma das entidades que plantou uma árvore no "Jardim de Lutero" foi o Evangelischer Gnadauer Gemeinschaftsverband e.V., ao qual estão vinculadas as entidades parceiras da FLT, a MEUC - Missão Evangélica União Cristã e a GBM - Gnadauer Brasilien-Mission e, com isso, por extensão, também a FLT. O Gnadauer Verband, por sua vez, escolheu o Campus da FLT para o plantio de sua árvore, que estará ligada ao "Jardim de Lutero". A proposta foi acolhida com alegria pela Direção da FLT, que muito honrada se sentiu com essa possibilidade.

A cerimônia de plantio ocorreu no dia 8 de novembro de 2017. Contou com a presença do Sr. Frank Spatz, Secretário Executivo do Evangelischer Gnadauer Gemeinschaftsverband, do Sr. Gottfried Holland e esposa Anete, Inspetor da Gnadauer Brasilien-Mission, do Sr. Carlos Kunz, Diretor Executivo da MEUC, do Prof. Claus Schwambach, Diretor Geral da FLT, além de diversos professores e estudantes da FLT. Após breves discursos alusivos ao momento, a árvore foi solenemente plantada, sob manifestações efusivas da comunidade acadêmica.

Em seus discursos, os representantes da entidade enfatizaram que o mais importante do memorial e desse ato celebrativo é que eles sirvam de impulso para agradecer pelos legados que nos foram deixados pelo movimento da Reforma, bem como de lembrete a respeito do desafio internacional conjunto de todos os filhos e filhas da Reforma a respeito da missão de levar o evangelho de Jesus Cristo adiante para as novas gerações.

Segue o texto do "Memorial":

MEMORIAL DOS 500 ANOS DA REFORMA LUTERANA
Esta árvore faz parte do memorial internacional “Jardim de Lutero”, alusivo ao jubileu dos 500 anos da Reforma em 2017, que consiste em plantar 500 árvores em Wittenberg (“Luthergarten”) e outras 500 árvores em locais escolhidos ao redor do mundo.
A Federação Evangélica do Movimento de Comunhão de Gnadau (Evangelischer Gnadauer Gemeinschaftsverband, Kassel – República Federal da Alemanha) plantou uma árvore no Jardim de Lutero e escolheu a Missão Evangélica União Cristã - MEUC e o campus da Faculdade Luterana de Teologia – FLT aqui no Brasil como local de sua árvore que corresponde a da entidade em Wittenberg. A árvore simboliza a comunhão cristã de fé, de vida e de trabalho entre o Movimento Evangélico internacional de Gnadau e a Comunidade Luterana e ecumênica internacional.
Que essa árvore sirva de memorial de nossa gratidão e de nosso compromisso global em testemunhar, junto às novas gerações, as grandes verdades redescobertas pela Reforma:

SOLA SCRIPTURA – SOLA GRATIA – SOLUS CHRISTUS – SOLA FIDE

“Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não imputando aos homens as suas transgressões, e nos confiou a palavra da reconciliação. De sorte que somos embaixadores em nome de Cristo, como se Deus exortasse por nosso intermédio. Em nome de Cristo, pois, rogamos que vos reconcilieis com Deus”.
2 Coríntios 5.19 e 20

São Bento do Sul, no Jubileu da Reforma em 2017.

Faculdade Luterana de Teologia - FLT
Rua Wally Malschitzki, 164 - Mato Preto
São Bento do Sul - SC - CEP 89285-295