Reforma da Igreja no século XXI é tema do 6º Simpósio Internacional de Lutero da FLT

No ano da comemoração do Jubileu dos 500 anos da Reforma, a Faculdade Luterana de Teologia – FLT, juntamente com a Faculdade de Teologia da Universidade de Jena (Alemanha) promoveram o 6º Simpósio Internacional de Lutero. Como nos anos anteriores, o Simpósio acontece sempre em três edições. Uma delas na sede, em São Bento do Sul e as outras duas em diferentes Sínodos da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB). Neste ano, além da edição de São Bento do Sul (18-19/09), que teve a participação de estudantes da FLT, de alguns ministros e ministras dos Sínodos Norte Catarinense e do Vale do Itajaí, e também participantes da IELB, o Simpósio aconteceu em São Leopoldo (12-13/09), no Centro de Eventos Cristo Rei (CECREI), com ministros e ministras dos Sínodos Rio dos Sinos e Nordeste Gaúcho, bem como com ministros e ministras do Sínodo Brasil-Central, na cidade de Brasília, no Instituto Bíblico Divino Mestre (21-22/09).

As três edições do simpósio trataram do tema: Reforma da Igreja no século XXI. A proposta foi discutir diferentes temas da Reforma, que podem ser considerados áreas de desafios para a Igreja no contexto do século 21 e da Pós-Modernidade. Temas como a relevância da Bíblia e a sua interpretação, a relação entre graça e obras, a Antropologia, a Missiologia, a Teologia Pública, a relação entre Teologia e Economia e da Teologia e a Política foram abordados por pesquisadores de Lutero, representantes dos três centros de formação teológica conveniados com a IECLB (Faculdades EST, Fatev e FLT), bem como por um pesquisador da ULBRA, representando a Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB). Nem todos esses pesquisadores e palestrantes estiveram juntos nas mesmas edições do Simpósio, mas puderam contribuir, na edição em que participaram, com o seu tema específico na discussão do tema geral do evento. Os pesquisadores brasileiros deste ano foram: Prof. Dr. Rudolf von Sinner (Faculdades EST), Prof. Dr. Mário Tessmann (Fatev); Prof. Dr. Ricardo W. Rieth (ULBRA), Prof. Dr. Claus Schwambach (FLT); Prof. Dr. Roger Marcel Wanke (FLT). Como em todas as demais edições, o Simpósio prevê a participação de um pesquisador de Lutero internacional. Desta vez, o Simpósio teve a honra e a alegria de receber o Prof. Dr. Johannes von Lüpke, professor de História da Igreja da Kirchliche Hochschule de Wuppertal, na Alemanha.

O Simpósio, além de ser um evento acadêmico, prevê em seu projeto a inserção comunitária, através de palestras públicas, realizadas em comunidades da IECLB, oportunizando assim, que a teologia e a relevância da Reforma sejam compartilhadas com membros da Igreja e pessoas interessadas no assunto. Na edição que ocorreu nos Sínodos Rio dos Sinos e Nordeste Gaúcho, palestras abertas sobre o tema culto em Lutero e sobre o ensino de Lutero a respeito de como se pode falar de Deus hoje, aconteceram na comunidade de São Leopoldo (centro) e na comunidade de Estância Velha, respectivamente. Na edição de São Bento do Sul, a comunidade luterana de Oxford acolheu as palestras nas duas noites. Na edição com o Sínodo Brasil-Central, a primeira palestra foi realizada na comunidade luterana de Brasília e a segunda ocorreu no auditório da faculdade de química da UnB (Universidade de Brasília).
Confira as fotos em anexo das três edições do 6º Simpósio Internacional de Lutero.

Igreja sempre em reforma – 2017: 500 anos da Reforma

Faculdade Luterana de Teologia – Teologia a serviço da vida!

Faculdade Luterana de Teologia - FLT
Rua Wally Malschitzki, 164 - Mato Preto
São Bento do Sul - SC - CEP 89285-295